Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OrganizaTE in Trio

Um blog para a partilha de dicas relativamente à organização de Casa, Tempo e Finanças e como isso pode contribuir para a nossa felicidade!

Documentos/recibos - OrganizaTE in Casa

Olá gente organizada! 

 
Hoje trago um tema que não gosto muito de fazer mais sem de ser! Arrumar papéis, documentos, recibos! 

guardar-faturas-por-quanto-tempo-fb.jpg

 
Há anos quando começamos a morar juntos sabia que tinha de ser então arranjei estas prateleiras identifiquei-as e assim tanto eu como o marido colocamos os papéis, cartas, recibos,... No lugar correto.  

IMG_20200810_160023.jpg

 

No fim da semana "limpo" a carteira dos recibos e no fim do mês organizo para as capas colocando mas micas correspondentes. 

IMG_20200809_182026.jpg

 

Os tempos evoluíram e chegaram as faturas eletrónicas... Bem como o portal e-fatura!
Pelo que agora a quantidade de papéis a arquivar é bem menor... Oh yeahhhh 😊
Eu não imprimo e não guardo quando não é necessário! Quando quero encontrar uma fatura, uso o motor de pesquisa do email e coloco o nome da empresa! 
 
Conselho arranja também "pastas" no email e coloca para lá assim que recebes e vês o email/fatura/contrato.
No e-fatura, aproveita o momento mensal que organizas as tuas faturas/papéis, e arruma por lá também. 😅
 

4c6d622c-6544-4580-aa05-e0c1ce3aa8b4.jpg

 

Mudámos de casa o ano passado e tinha pastas desde 2009...assim o que hoje te passo, porque tive de pesquisar:
 
Até quando tem de se guardar estes papéis?!
 
Segundo o site do dr. Finanças aqui:
 
 
"Comecemos pelas faturas relacionadas com o IRS. Todas as que solicita com o número de contribuinte e que surgem automaticamente no portal e-fatura podem ser destruídas. No entanto, caso precise de inserir alguma manualmente, deverá guardar o comprovativo durante quatro anos. Se, eventualmente, o comerciante carregar a fatura e ela aparecer em duplicado, nesse caso já poderá deitar fora o documento em papel.
 

Este é o procedimento recomendado para as faturas referentes ao IRSPara todas as outras, relativas a compras, pagamento de serviços ou para fins de garantia, os prazos variam entre seis meses a cinco anos.  

6 meses 

As faturas que devem ser guardadas durante seis meses são as de serviços, ou seja, água, eletricidade, gás e telecomunicações, uma vez que este é o prazo disponível para estas empresas cobrarem os consumos efetuados. Passados os seis meses as faturas prescrevem, portanto, caso lhe cobrem consumos com mais de meio ano, saiba que, segundo a Lei dos Serviços Públicos (artigo 10º) não tem que os pagar.  

Seis meses é também o prazo mínimo aconselhável para guardar faturas relativas a alimentação e alojamento, exceto aquelas que pretender apresentar como gastos do IRS, conforme explicado acima.  

1 ano 

Imagine que fez algum serviço em casa e recorreu a um canalizador, pintor ou eletricista. Se precisar de reclamar desse serviço, tem um ano para o fazer. Por isso, é também um ano, o tempo que precisa de guardar essas faturas, pois passado esse tempo perde o direito de fazer reclamações.  

2 anos 

Durante dois anos deve guardar faturas de compras de bens móveis, tais como, eletrodomésticos, móveis, telemóveis ou brinquedos, por exemplo. Geralmente a garantia mínima destes produtos é de dois anos, por isso guarde os documentos durante esse tempo. Caso possua uma extensão da garantia, guarde o comprovativo da mesma.  

Além disso, as reparações automóvel também têm uma validade de dois anos. Assim, se levou o seu carro à oficina nos últimos dois anos, garanta que tem a fatura em local seguro, caso venha a ser necessária.  

Quem diz mecânicos diz também profissionais liberais, como médicos e advogados. Os comprovativos de pagamento de despesas destes profissionais também devem ser guardadas pelo menos durante dois anos.  

3 anos 

As faturas de saúde devem ser guardadas durante três anos pois este é o prazo que as instituições públicas têm para reclamar pagamentos. Se não tiver guardado os comprovativos não tem como provar que efetuou os pagamentos.  

4 anos 

Conforme explicado acima, as despesas inseridas por si no e-fatura devem ser guardadas durante quatro anos. Porém, apesar de não ser obrigatório guardar as restantes, alguns especialistas aconselham a que o faça. Ou seja, alguns especialistas aconselham a que o consumidor conserve todas as faturas referentes ao IRS, pelo menos até à liquidação do mesmo.  

Da mesma forma, o comprovativo do pagamento do Imposto Único de Circulação (IUC) também deve ser preservado durante quatro anos. Durante esse tempo, o fisco pode lhe solicitar que comprove que o pagamento foi feito.  

5 anos 

É aconselhado guardar os comprovativos de pagamento de renda ou de condomínio pelo prazo mínimo de cinco anos.  

O mesmo acontece com serviços de empreitada, no caso de ser proprietário de algum imóvel: todos os documentos relativos aos pagamentos do serviço devem estar em lugar seguro durante este tempo. "

 

Sabias destes prazos todos?! Podes fazer capas com estes prazos e colocar os recibos correspondentes por categoria/data.

 

Nós por cá temos por ano e ao fim dos 5 anos elimino a capa, isto a pretensão a partir de agora, porque antes de mudar de casa "limpámos"  as capas todas até ao ano de 2016 (desde 2009, ou sejam 8capas!!!!! 😌) e devo dizer que deu cá um trabalhão pois muitas tinham informações bem importantes e andei a rasgar quase folha por folha.

Como em 2013 nasceu a minha filha, era nessa capa que estava a sua certidão de nascimento e informação da preservação das células estaminais, por isso criei uma pasta a dizer "informações importantes" e passei esse tipo de papéis para lá e não na pasta do ano correspondente. 

Também como compramos casa nova em 2019 e por consequência todos os eletrodomésticos e ainda alguns no início deste ano, por causa das garantias também guardei tudo nessa capa. Mas antes tinha uma só para garantias fosse o ano que fosse e também funcionava para nós! 

 

E tu, como arquivas a tua documentação?

E guardas por quanto tempo?