Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OrganizaTE in Trio

Um blog para a partilha de dicas relativamente à organização de Casa, Tempo e Finanças e como isso pode contribuir para a nossa felicidade!

Investir em PPR - OrganizaTE in Finanças

Olá gente organizada!

Hoje escrevemos sobre PPR - Plano Poupança Reforma e quão confuso foi para nós perceber este mundo (ou negócio para alguns) vais mesmo ter de ler este post até ao fim se ja tens um PPR...descobri que anda muita gente a enganar.

3fb7d575cf8674f99304df960648a7a1.jpg

O que é um PPR:

É um produto financeiro, criado com o intuito de usufruirmos na reforma.

Porquê ter um PPR?

Talvez de todos os produtos financeiros no mercado, seja o que tem benefícios fiscais melhores. Como dizem os entendidos, benefícios fiscais à entrada e à saída.

Mas?!

Até aqui tudo bem...complicou depois do mas...

Então há PPR em forma de seguros e em forma de fundos.

Os em forma de seguro são com capital garantido (quase sempre) mas...

Os em forma de fundo são sem capital garantido, mas...

Passando à frente que já vais entender os mas da coisa!

 

"Quando podemos resgatar um PPR?

Os PPR foram pensados para serem movimentados apenas em caso de reforma. No entanto, é possível resgatar o seu capital em qualquer altura, podendo ser aplicadas penalizações fiscais (mas apenas no caso em que usufruiu de um benefício fiscal). Assim, pode resgatar o PPR sem penalizações quando:

  • Se reformar por velhice;
  • Quando fizer 60 anos;
  • Se estiver desempregado de longa duração (ou o seu cônjuge);
  • Se for declarado com incapacidade permanente para o trabalho (ou alguém do seu agregado familiar);
  • Em caso de doença grave;
  • Mais recentemente, para amortizar prestações vencidas ou vincendas do seu crédito habitação.

 

Os benefícios fiscais:

- Benefícios fiscais à entrada, que consistem na possibilidade de deduzir à coleta uma parte do valor entregue (tem vindo a mudar todos os anos).

- Benefícios à saída consistem em taxas de imposto sobre as mais-valias com as seguintes taxas (nos casos acima referidos é aplicada a taxa de 8%):

  • 21,5% - Se resgate até 5 anos;
  • 17.2% - Se resgate ocorrer entre 5 anos e 8 anos;
  • 8% - Se resgate ocorrer após 8 anos.

Como podemos constatar, mesmo movimentando estes produtos fora das condições previstas na lei, a taxa de imposto é sempre mais baixa do que a taxa aplicada aos restantes produtos de poupança (depósitos a prazo, seguros de capitalização ou outros). "

(Fonte: https://www.doutorfinancas.pt/financas-pessoais/poupanca/ppr-planos-poupanca-reforma/)

 

Acrescentando a isto...podemos levantar os PPR ao fim de 5 anos (ou dependendodo contrato, mas quase todos são de pelo menos 5 anos) se não tivermos usufruído de benefícios fiscais...quero com isto dizer o quê?

No IRS podemos declarar todos os anos este investimento e obter uma dedução como o quadro abaixo:

Ppr.png

MAS, se tivermos feito isto, obtido dedução e resgatar fora do previsto na lei (acima no Quando podemos resgatar um PPR)...temos de devolver a dedução obtida! 

MAS, se tiveres feito um PPR , que não declaraste no IRS, e resgates fora do previsto na lei, é um produto financeiro vantajoso na mesma na medida em que os impostos são como descrito acima Os benefícios fiscais - à saída!

111.jpg

Tudo ok até aqui?!

Vamos prosseguir que isto não termina! Entendendo isto, procurámos por um PPR. Todos os anos não reavemos o IRS por completo...sendo então isto um requisito para nós.

Sendo que temos 36 anos, para obter a dedução máxima, precisamos investir por ano 1750€ ou 146€/mês. Não temos intenção de o resgatar antes dos 60, pois estamos a "trabalhar" para atingir o FIRE - financial independence retire early nessa idade. Posto isto e como ainda nos faltam 24 anos até lá a melhor opção seria um PPR em forma de fundo,  apresentam maior rentabilidade contudo...são de risco! Sem capital garantido...E se conseguirmos reforçar todos os anos os 1750€ falamos de 42 000€ (no minímo), do qual  não nos sentiamos confortáveis em deixar à mercê.

Contudo se optássemos por um investimento a 5 anos, sem os beneficios fiscais à entrada (IRS) , só mesmo para ter rentabilidade aceitável e benefícios à saida o que tem melhores feedbacks é este: Alves Ribeiro do Banco Invest. Falei com eles por telefone, tirei muitas dúvidas e uma dica importante - é necessário ter conta no Banco Invest, sem despesas de comissão se a conta tiver 5000€.

rentanbilidadee.jpg

Muito atrativa esta rentabilidade...chegou mesmo aos 15% em 2019...depois caiu com o COVID e está atualmente -4.4%. 

Por enquanto pusemos de lado os PPR Fundo...

Dito isto precisávamos de procurar um PPR Seguro e aqui deparei-me com coisas do arco da velha!

Então...há imensa gente a oferecer PPR,  bancos e seguradoras sobretudo! E eles pegam no dinheiro do PPR e investem em ações, obrigações e outras coisas. Têm regras a cumprir e existem uma entidade que regula isto - Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF). Fui parar ao site deles e vi um tabela bem complexa - podes consultar aqui.

Basicamente tem o nome do PPR, quem o gere, a rentabilidade que eles apresentaram em 2019 e dos últimos 3 anos, se tem rentabilidade garantida  (ou não!!! porque alguns, pasmem-se não tem rentabilidade nenhuma garantida, nem mesmo o capital )...e ainda isto:

12.png

E foi aqui que vimos o ALERTA VERMELHO...ou seja muitos PPR têm

- custos de subscrição, ou seja a cada reforço que faças cobram uma %

- se quiseres transferir para outra entidade gestora...pode ter uma % a pagares

- no reembolso, além dos impostos pode ter também uma % a pagares

- e por fim....a taxa de custos de gestão anual...oh esta pode bem estar a "comer" o lucro/rentabilidade que eles te deram

 

Portanto se já tens um PPR...melhor veres em que ponto estás...podes não estar a beneficiar da dedução máxima no IRS por não cumprires o valor consoante a idade. A cada reforço mensal/anual podem estar a cobrar-te...e no fim do ano não vês afinal nada da rentabilidade garantida ou partilhada!

 

Posto isto, nós escolhemos o PPR da P.S.N. Mútua de Seguros, que está neste momento com comissão de gestão anual de 0.7% sobre o capital que lá temos, mas garantiu uma rentabilidade de 2% por reforço anual (seria 1.9% se fosse todos os meses) e sem mais taxas e taxinhas...espero. Atenção a um pormenor...só dá para licenciados.

Fiz tudo online...através de email, digitalização de documentos, débito direto e por fim recebi um email para registrar na plataforma deles e acompanhar o montante...esperamos nós o dinheiro a crescer e muitoooooooooooooooooo. Desejamos à P.S.N. muito sucesso, pois além da rentabilidade garantida, no final do ano partilham os "lucros" .

 

Demorei 1h15 a fazer este post...imagina quanto tempo demorei para descobrir isto tudo e tirar dúvidas com várias entidadades...sério! Um mundo isto...

Vê este canal Financas com Ella ou Workolic .

Amanhã novamente post sobre investimento! Vais ficar?!

 

Se me quiseres "pagar um café" e contribuir para o crescimento deste blog - Aqui